FANDOM


Azmuth

Omniverse UAF Ben 10

5hy6ujik7j6uhygtrj
INFORMAÇÕES GERAIS
Espécie Galvaniano
Planeta Galvan Mark II
Idade Desconhecida (mais de 1000 anos)
Afiliações Albedo (ex-ajudante)
Sr. Erf (amigo)
Myaxx (ajudante)
Pai de Azmuth (pai)
Xeneth (ex-namorada)
Ocupação(ões) Cientista
Inventor
Primeiro Pensador
Originalmente Azmuth
PODERES E HABILIDADES
Habilidades Super-Inteligência
Equipamento Tecnologia galvaniana
RELAÇÕES
Parentes Pai de Azmuth
Chadzmuth (irmão)
Apelidos O ser mais inteligente da galáxia
O inventor do Omnitrix
O Primeiro Pensador
Linhas Temporais
Alternativas
Azmuth (Dimensão 23)
DETALHES
Dublador Flag_of_the_United_States.svg.png Robert David Hall (O Segredo do Omnitrix e Destruição Alienígena)
Jeff Glen Bennett (Força Alienígena e Supremacia Alienígena)
René Auberjonois (Omniverse)
Dublador 20px-Flag_of_Brazil.svg.png Carlos Comério (O Segredo do Omnitrix e Força Alienígena até Guerra dos Mundos, Parte 2)
Carlos Seidl (A Vingança de Vilgax, Parte 1, Destruição Alienígena, Supremacia Alienígena e Omniverse)
1ª aparição Ben 10: O Segredo do Omnitrix
GALERIA DE IMAGENS

Azmuth é o Primeiro Pensador galvaniano, sendo o ser mais inteligente em três, talvez cinco galáxias, inventor de todos os protótipos e da versão final do Omnitrix, sendo também, o inventor da Ascalon, e criador de Primus.

Personalidade

Azmuth possui, normalmente, uma personalidade mal-humorada e mesquinha, tratando tudo e todos com frieza e rispidez. Possui um grande orgulho e zelo por suas grandes invenções, como o Omnitrix, vigiando-o de tempos em tempos, com medo de Ben "explodi-lo" ou algo do tipo. Gosta bastante de se gabar de sua inteligência, enfatizando-a em frases como "Eu, Azmuth, o ser mais inteligente em três, talvez cinco galáxias!". Azmuth, porém, mostrou possuir seu lado bom. Um bom exemplo disso é quando consolou Ben pela perda de seu alien favorito, Feedback, ou mesmo quando o garoto havia perdido sua mais preciosa invenção para Vilgax, o Omnitrix, Azmuth foi consolá-lo, dizendo que "A arma não faz o homem", acreditando que Ben poderia vencê-lo mesmo sem o relógio, prova de que havia adquirido confiança nele, coisa que antes não possuía. Azmuth também mostrou ter seu lado romântico, dos tempos que namorava com Xeneth, provavelmente tendo adquirido suas características negativas como sua frieza e rispidez habituais devido ao tanto que ficou sentido com o fim do namoro.

Aparência

Azmuth possui a estatura bem pequena, tendo um tamanho na escala dos 8 centímetros. Assim como os outros de sua espécie, possui a pele cinza, mas com algumas manchas mais escuras espalhadas pelo seu rosto. Ele também possui longos fios saindo de seu queixo, similares à barbas. Seu par de olhos amarelos e redondos ficam dos lados de sua cabeça, com suas pálpebras se fechando para os lados. Suas vestimentas são compostas por uma túnica verde, com uma faixa preta no pescoço, e outra que atravessava o saiote de sua túnica, vestindo uma roupa preta por baixo dela. Sua túnica também possui alguns detalhes de metal nos ombros, pulsos, e na cintura. Fora essa túnica, Azmuth também usava um colã nos tempos em que esteve em Zennon. Esse colã era de cor verde escura, com faixas amarelas nos ombros, pulsos, e na cintura, sendo a última, com forma de onda de rádio, e tendo no peito, o símbolo o Omnitrix em cor verde.

História

Início de vida

Assim como todos os galvanianos, Azmuth nasceu como um girino, mas não se sabe muito de sua infância. Em sua juventude, conheceu Xeneth, a qual amou e ama até os dias presentes, e a namorou até o fatídico dia em que teve a ideia de criar algo mais poderoso do que ele poderia imaginar: A Ascalon, a arma mais poderosa do universo.

A criação da Ascalon e o término do namoro com Xeneth

Em um dos encontros de Azmuth e Xeneth, eles conseguiram assistir um sistema planetário em perfeito alinhamento. Inspirado, Azmuth decidiu criar uma arma que lhe mostrasse os fundamentos do universo, mas Xeneth o alertara inúmeras vezes que sua atitude ao criar a espada era irresponsável, mas ele não a ouviu. Ao terminar a espada, Xeneth já não estava mais ao seu lado, o que o fez entrar em um tipo de depressão, ficando mais frio e ríspido.

Durante uma guerra civil Inkursiana, que já durava há tempos, Milleous rouba a espada de Azmuth, com o intuito de para a guerra, mas acaba destruindo seu planeta. Chocado com o poder do que tinha criado, Azmuth prometeu esconder a espada e se dedicar às ciências pacíficas, como um pedido de desculpas à Xeneth e à galáxia, tendo se arrependido do que fez.

Em uma de suas pesquisas, Azmuth encontrou um planeta primitivo, a Terra, a qual estava sendo invadida por um ser interdimensional, Diagon e seus servos Lucubras, com o intuito de dominar aquela dimensão. Um gupo de cavaleiros foi tentar detê-lo, mas o único que conseguira resistir ao controle mental das Lucubras era Sir George. Azmuth lhe confiou a espada, dizendo que ele era o único digno de empunhá-la. Sir George a usou para derrotar Diagon, e o selar de volta em sua dimensão, retirando todo o seu poder ao perfurá-lo no coração. Azmuth decidiu deixar a espada com Georgius, se lembrando de todos os problemas que ela havia lhe causado.

Os Encanadores

Muitos anos depois, Azmuth tornou-se instrutor em uma Academia de Encanadores em Galvan Prime.[1]

A criação dos mecamorfos galvânicos

PH 059

Azmuth dando vida a Galvan B.

Galvan B, a lua de Galvan Prime era um lugar como a lua da Terra, uma rocha sólida, sem vida, sem dia nem noite. Ainda assim, Azmuth acreditava que aquele lugar podia ser habitável, e junto de alguns outros cientistas galvanianos, criou a Hélice de DNA, a qual foi usada para criar uma atmosfera e um solo habitável na lua. A experiência, porém, foi mais além do que Azmuth jamais sonhou: ela criou uma espécie bio-orgânica completamente nova, os mecamorfos galvânicos. Como Galvan B era sua casa, os galvanianos não podiam colonizá-la, então os deixaram viver lá, ajudando-os a construir uma grande civilização em questão de dias.[2]

Vivendo em Zennon e desenvolvendo o Omnitrix

Azmuth, arrependido de todo o mal que causou ao criar a Ascalon, e tendo decidido trabalhar em ciências pacíficas, começou a desenvolver protótipos para o Omnitrix, no qual tinha o intuito de unir os seres de outros planetas e até mesmo de evitar guerras, mostrando-os como era ser outra forma de vida, e também para evitar a extinção de certas espécies. Para se proteger de todos que o odiavam pela criação da Ascalon, Azmuth decidiu ir viver em Zennon, ironicamente um dos mais perigosos planetas existentes. Para poder viver lá de forma mais segura, Azmuth criou uma armadura de proteção e uma base de vigilância dentro de uma caverna. Quando foi começar a desenvolver o Omnitrix, de início, ele decidiu criar uma versão que armazenasse um DNA por vez, o Unitrix, mas viu que a ideia não daria certo, pois teria que criar vários desses para armazenar o DNA de todas as espécies existentes no universo. Então, ele decidiu desenvolver um dispositivo que armazenasse o DNA de todas as espécies juntas, o Omnitrix. Para isso, ele conseguiu uma ajudante, Myaxx, uma Chimera Sui Generis, que o ajudou tanto na construção do dispositivo, quanto na coleta de DNA necessário.

Demoraram vários anos, mas Azmuth e Myaxx haviam conseguido terminar o dispositivo e também um aparelho que absorve toda a luz de um quadrante de Zennon. Mesmo assim, Azmuth nunca deu o crédito merecido à Chimera, o que a levou com que alterasse a assinatura genética para a da própria. Por ainda estar em testes, ele precisava de alguém para testar o aparelho, lembrando-se de Max Tennyson, um Encanador experiente e já aposentado que residia na Terra, decidindo lhe enviar o protótipo do Omnitrix para Max testá-lo. Ele confia em Xylene, outra Encanadora experiente, e ironicamente ex-namorada de Max, para transportar o dispositivo até a Terra em segurança, e para evitar que o Omnitrix caísse em mãos erradas, Azmuth o programa de modo que apenas aceitasse o DNA de Max. Porém, a nave de Xylene acaba sendo atacada por Vilgax, um Chimera Sui Generis e imperador de Vilgaxia, que estava em busca de se apoderar do aparelho, visto que possuía um poder sem igual. A nave de Xylene é atingida, e ela acaba tendo que ejetar o relógio em uma capsula de fuga. O neto de Max, Ben Tennyson, é quem encontra o relógio, e a partir de então, o usa para ser um herói.

A auto-destruição do Omnitrix

Um dia, um caçador de recompensas chamado Tetrax, acompanhado de Gluto, piloto de sua nave, Myaxx, a antiga ajudante de Azmuth, Ben Tennyson, o atual portador do Omnitrix, e sua prima, Gwendolyn Tennyson, viajam a Zennon à procura de Azmuth, pois o Omnitrix havia entrado em modo de auto-destruição e precisavam da ajuda de seu criador para deixá-lo normal novamente, pois este modo poderia destruir o universo inteiro se fosse carregado ao máximo. O grupo estava sendo perseguidos por Vilgax e seu exército de robôs, mas conseguiram despistá-los. Chegando em Zennon, eles andam até encontrarem a caverna onde se localizava a base de Azmuth. Ao entrarem lá, são atacados por Floraunas, que acabam raptando Gwen. Ben, pensando que sua prima tivesse morrido, começa a chorar, mas Tetrax tenta consolá-lo. Ao chegarem na base de Azmuth, eles se deparam com uma porta fechada. Ben pede para que Azmuth a abra, mas ele nega e os expulsa de forma ríspida. Ben, que já estava triste pela perda de sua prima, lhe implora para que abra, recebendo a mesma resposta. Furioso, Ben usa o Omnitrix para se transformar em Bala de Canhão, derrubando a porta e atacando Azmuth. Ao atacá-lo, sua armadura é danificada, obrigando-o a sair dela. O grupo se espanta quando vê que Azmuth é um galvaniano, sendo que nem Myaxx sabia disso.

Ben explica a Azmuth sobre o que havia acontecido com o relógio, mas o galvaniano, nada impressionado com o dispositivo ter entrado em modo de auto-destruição, diz não se importar, sendo que em sua mente, o universo em que vivem agora jamais entenderia os verdadeiros princípios do Omnitrix. Ben tenta convencê-lo novamente, sem sucesso. É quando as tropas de Vilgax chegam em Zennon e começam a atacar o planeta, à procura do grupo e de Azmuth. Ben e seu grupo, mesmo com o Omnitrix prestes a se auto-destruir e levar o universo junto, decide enfrentar o exército de robôs de Vilgax, mesmo estando em uma clara desvantagem. Gwen, no meio da batalha salva Ben com um escudo de mana, mostrando estar viva, e explica que foi salva por Gluto, que havia deixado um pouco de gosma em seu cabelo e se regenerado a partir disso. Azmuth os assiste lutar contra o exército de Vilgax, mas não consegue entender o porque de lutarem mesmo sabendo que seria uma derrota iminente para eles e para o universo. Mesmo assim, Azmuth decide dar um voto de confiança ao garoto e ao universo, se dirigindo ao campo de batalha, desativando o modo de auto-destruição do Omnitrix, e desbloqueando o DNA To'kustar no dispositivo. Ben usa a nova forma alienígena para dizimar Vilgax e seu exército, derrotando-os facilmente. Após a batalha, Azmuth constrói uma nave improvisada a partir da cabeça de um dos robôs de Vilgax, e junto de Myaxx (que lhe pede para ir junto) retornam para Galvan Prime.

Visita à Terra e o reencontro com seu pai

Azmuth, inspirado pelo consenso de Ben e sua família, decide ir reencontrar a sua própria após uma longa ausência. Após detectar um estranho sinal vindo do Omnitrix (no caso, de um feitiço que Gwen usara para desmontar uma máquina a qual Ultra T estava fusionado), ele contata Tetrax e combina com ele de encontrá-lo na Terra. Em sua nave em forma de cabeça de drone, Azmuth a disfarçou como um semi-caminhão e foi em direção ao ponto de encontro com Tetrax. Logo após, seu pai o ligou enquanto observava uma luz forte brilhar vinda do Omnitrix com defeito, enquanto o transporte de Azmuth capotava. Quando Azmuth desaparecera do vídeo e sua imagem fora substituída pela de um To'kustar azul, seu pai passou a acreditar que ele havia sido sequestrado pelo alien gigantesco.

Após vestir uma armadura mecamorfa desenvolvida por seu filho, o pai de Azmuth parte para a Terra, onde o mesmo acabou encontrando Ben. Primeiramente, sem saber que Ben estava alternando entre formas alienígenas (sem poder voltar a ser humano devido a uma função do Omnitrix ativada por Tetrax) ele exigiu que Ben soubesse sobre a localização do To'kustar. Ben havia lutado contra o mesmo apenas para que desaparecesse, porém, fazendo com que Ben e o pai de Azmuth descobrissem que o To'kustar estava sendo baixado pelo Omnitrix.

Seguindo o alienígena gigante, Ben, Gwen, vô Max e o pai do primeiro pensador descobrem que o To'kustar é na verdade o próprio Azmuth sendo controlado pelo mal-funcionamento do relógio de Ben, onde o mesmo estava tão disturbado mentalmente pela transformação que não conseguia reconhecer seu próprio pai e amigos. Eventualmente, eles conseguiram tirá-lo deste transe e usou a armadura mecamorfa para reparar o Omnitrix e revertê-lo à sua forma galvaniana. Seu pai então revelou sua forma galvaniana, que era mais jovem que a de Azmuth devido ao fato dele estar transferindo sua mente ao corpo de um clone mais jovem.

Pai e filho se perdoam e Azmuth diz que devia tê-lo alertado da tendência da armadura de aumentar o nível de agressividade do usuário. Azmuth também ajudou os pais de Ben a voltarem ao normal, que como o resto da cidade, haviam sido transformados em alienígenas. Ele então complementou que a falha no relógio fora causada por um overload de mana, o que confundiu Gwen, que ainda desconhecia sobre sua descendência Anodita. Azmuth e seu pai então se despedem e voltam para casa.

A ascensão de Malware

Uma das suas maiores criações, os mecamorfos galvânicos, viriam a resultar na sua pior criação: Malware. Durante a criação de um dos Mecamorfos, o código de DNA foi interrompido, e acabou criando um Mecamorfo incompleto, que era o exato oposto dos outros Mecamorfos; ele não atualizava a tecnologia, a tecnologia atualizava ele. Azmuth tentara de tudo para deixá-lo igual aos outros, mas o processo era mais complexo do que ele imaginara, fazendo-o demorar mais do que esperava. Malware, cansado de esperar por sua "atualização", decide ir a Galvan Prime tirar satisfações com Azmuth. Em seu laboratório, Azmuth recebia a visita de Ben, Gwen, e Max, já que o garoto estava tendo alguns problemas com o Omnitrix, e precisava de Azmuth para resolvê-los. A muito custo, Azmuth o ajudou, e pediu para que se retirassem, pois estava muito ocupado.

Max ainda precisava conversar com o galvaniano, então pede para que Ben e Gwen esperem em outra sala. Da janela, eles veem uma explosão nas ruas do planeta. Gwen pensa que seria apenas um festival alienígena ou algo do tipo, mas Ben se transforma em Feedback e corre para fora para checar o que era, mesmo com Gwen convencida de que não era nada de mais. Ao chegar lá, ele encontra um Mecamorfo "subnutrido", com marcas amarelas em vez de verdes destruindo tudo o que via pela frente. Era Malware, que estava à procura de Azmuth. Ben luta com ele e tenta impedí-lo de chegar ao laboratório, mas falha. Malware destrói as portas e encontra com o Primeiro Pensador, e lhe exige sua atualização. Azmuth lhe diz sobre as dificuldades que estava passando com o processo, mas Malware não o escuta, sequestrando seu ajudante, Albedo, e roubando a Hélice de DNA secundária que estava desenvolvendo justamente para resolver os problemas do Mecamorfo, se dirigindo a Galvan B com uma mochila à jato que havia absorvido de um guarda galvaniano.

Ben, Max, e Azmuth vão atrás do Mecamorfo para impedí-lo de realizar seu processo com a Hélice incompleta, o que poderia causar grande destruição por parte de Malware. Gwen fica em Galvan Prime, onde, de longe, auxilia Azmuth a reparar o DNA corrompido dos Mecamorfos atacados por Malware em Galvan B. Ben e Max se dirigem à construção onde Malware havia levado a Hélice e o ajudante de Azmuth. A Hélice de DNA, terminada por Albedo naquele exato momento, transforma Malware em um Mecamorfo vezes mais poderoso, ganhando uma forma mais forte e com suas marcas amarelas sendo agora de cor vermelha. Ben e Malware lutam, praticamente destruindo a construção, mas conseguem derrotá-lo. De volta a Galvan Prime, Azmuth os agradece por ajudá-los nessa crise, e por não terem destruído muito do planeta.

O "fim" de Malware e Feedback

Azmuth, após ver o tanto de vezes que Ben se transformava Feedback, decide ir à Terra para alertá-lo e pedir para que parasse de usá-lo por um tempo, pois poderia acabar "viciando" o Omnitrix no DNA Condutóide, o que não seria saudável para ele. Ben não o escuta e sai correndo para fora da Lata-Velha, nervoso, onde repentinamente aparece Malware, que queria vingança de Ben por suas últimas derrotas e também seu Omnitrix. Ben se transforma em Feedback para lutar cotra o Mecamorfo, mas é derrotado, com Malware corroendo o DNA de Feedback, o destruindo. Ben, profundamente triste e irritado, dá um soco em Malware com sua mão esquerda, lado onde estava seu Omnitrix , causando uma sobrecarga em Malware, aparentemente o destruindo. Azmuth tenta re-inserir o DNA Condutóide no Omnitrix, sem sucesso, pois o aparelho acaba criando uma trava impedindo o DNA de qualquer Condutóide de entrar novamente no relógio. Após Bden voltar de viajem, Azmuth se teletransporta para sua casa, tentando consolá-lo pela perda do alien, mas sem muito sucesso. Azmuth então, volta para Galvan Prime.

Desenvolvendo o Omnitrix definitivo

Logo que Ben recebeu o protótipo do Omnitrix, Azmuth começara a trabalhar em uma nova e definitiva versão do aparelho, que não usaria o DNA da Corrente Códon, tendo toda as espécies alienígenas salvas dentro dele, tendo durado este processo, aparentemente, 6 anos. Azmuth provavelmente também chamar Myaxx para lhe ajudar.

Desavenças com Albedo

Albedo, ajudante de Azmuth, convencido de que uma criança terráquea jamais conseguiria lidar com os poderes que o Omnitrix possuíra, brigando com o Primeiro Pensador, e logo se demitindo. Albedo então decide criar seu próprio Omnitrix para provar a Azmuth que estava errado em deixar a arma mais poderosa do universo nas mãos de Ben Tennyson. Após criar sua réplica do Omnitrix, Albedo sofreu uma consequência inesperada: seu corpo havia se transformado no corpo de Ben, e a única solução para isso era retirar o Omnitrix de Tennyson para que ele pudesse voltar à sua forma Galvan. Tendo descoberto isso, Albedo se dirige até à Terra, onde começa sua procura por Ben.

Azmuth esteve à procura de Albedo desde que o mesmo deixou Galvan Prime, e ao imaginar as consequências dos atos de Albedo, Azmuth se dirige à Terra atrás de seu ex-ajudante. Azmuth se teleporta para o galpão onde Ben e Albedo estavam lutando, com ambos os Omnitrixes grudados um no outro, gerando uma energia que transforma Albedo em uma versão "oposta" de Ben, passando a ter os cabelos brancos, pele clara, e olhos e roupas vermelhas. Azmuth, então, retira o núcleo do Omnitrix de Albedo e o envia para uma cela de segurança máxima, e parte desejando boa sorte a Ben.

Guerra dos Mundos

Com os Soberanos planejando estinguir todas as espécies "impuras" existentes no universo, a Guerra dos Mundos havia começado. Um dos primeiros planetas atacados foi Galvan Prime, e Azmuth não podia fazer nada além de observar seu planeta natal ser destruído. Quando Azmuth estava prestes a ser morto por um laser que cortava o planeta de lado a lado, Paradoxo aparece para lhe pedir ajuda na guerra contra os Soberanos. De início, Azmuth recusa, mas três segundos depois decide valorizar sua vida e parte junto com Paradoxo à busca de reforços.

Eles, obviamente, partem à Terra para pedir ajuda ao portador do Omnitrix e sua equipe. Após lhes explicarem a situação, Gwen e Kevin vão buscar reforços junto de Paradoxo, enquanto Azmuth decide ficar com Ben e ter uma conversa séria com o mesmo. Azmuth tenta convencê-lo a não participar da guerra, pois se algo acontecesse com o Omnitrix, tudo estaria perdido para o universo, já que o dispositivo era a única maneira de reviver as espécies extintas pelos Soberanos. Ben, porém, com muito esforço, consegue convencer Azmuth a deixá-lo lutar na guerra e a desbloquear o controle mestre do relógio. É então que Gwen e Kevin chegam com os reforços, dentre eles estão Alan, Cooper, Estrela Sombria e Julie, junto de seu seu mascote, Ship.

Com tudo pronto, a trupe parte para Los Soledad, o local onde as tropas Soberanas estavam se escondendo e preparando o portal interplanetário para a invasão. Ao chegar lá, após algumas explicações e preparações, todos vão para a batalha. Azmuth, porém, não podia fazer muita coisa, devido a seu pequeno porte, mas passa a ser mais útil na batalha no momento em que Cooper consegue criar armas de reparo genético para serem usadas nos DNAliens. A batalha contra os DNAliens toma bastante tempo, tempo o bastante para o portal interplanetário ser ativado. Junto de Ben, Gwen e Kevin, Azmuth aproveita a abertura do portal para uma tentativa de ir a Darama e convencer o Conselho Soberano a parar as invasões, e para isso, usam Ship em seu modo de obliterador antariano. Ao chegar no planeta, porém, eles são desacordados e presos por guardas Soberanos, mas conseguem se libertar assim que Ben acorda e quebra suas correntes, transformado em Enormossauro. Chegando na sala do Conselho, Azmuth e Ben tentam argumentar com seu líder, falhando miseravelmente, até que em uma tentativa de solução, Ben usa o controle mestre do relógio para para sincronizar o DNA de todos os Soberanos no universo com uma outra espécie. O Soberano Supremo fica furioso com o ato de Ben, cogitando até mesmo matá-lo, mas de última hora, Reinrassic III, que de alguma maneira havia escapado de Turrawuste, entra na sala do Conselho e diz sobre a ajuda que Ben havia lhe dado, e que a pureza não era algo necessário. O Soberano Supremo e o resto do Conselho têm uma sussura entre si um pouco, e comovidos pelo discurso de Reinrassic, decidem desistir de sua "pureza racial", promovendo-o ao novo Soberano Supremo, que no mesmo instante ordena a todos os Soberanos que o escutassem para pararem a invasão.

Após tudo ser solucionado, Ben pede a ajuda de Azmuth para reativar o controle mestre do Omnitrix, que havia sido destivado ao sincronizar o DNA de todos os Soberanos com o de outra espécie do universo, mas o galvaniano diz ao garoto que era melhor ele descobrir por si mesmo. Azmuth, então, retorna a seu planeta, que necessitava ser reconstruído.

O "update" do Omnitrix

Vilgax havia retornado, e buscava vingança de Ben Tennyson, e ameaçara destruir a Terra caso o garoto negasse batalhar contra o mesmo. Para ter certeza que iria ganhar, Ben e Kevin decidem fazer um "update" no Omnitrix, usando uma máquina da garagem de Levin para realizar este processo. Mesmo com Gwen os alertando, dizendo que isso seria perigoso, eles não a ouvem. É então que o Primeiro Pensador surge por meio de um holograma, e os alerta sobre o processo, mas eles também o ignoram, e realizam o processo. A máquina, porém, não suporta a energia, e acaba explodindo e libertando 4 espécies do dispositivo e multando Kevin para uma mistura de várias de suas absorções. Azmuth surge novamente, e diz que esperava mais de Ben Tennyson, lhe ordenando que recupere as formas de vida perdidas, ou elas iriam automaticamente desaparecer para sempre e não poderiam ser re-inseridas no Omnitrix novamente (similar ao que aconteceu com Feedback).

Ataque em Primus

Certo dia, após a luta contra um Techadon, o Omnitrix de Ben começa a apitar, e diz que tem que retornar a seu criador em Primus, e quase que imediatamente o teleporta para lá, junto de Gwen e Kevin. Chegando em Primus, Ben, sem saber o que estava a acontecer, vê o Omnitrix se desgrudar de seu pulso e ir em direção a um vulcão. Enquanto isso, Azmuth duelava arduamente com Vilgax, que havia invadido o planeta artificial para ter acesso ao DNA disponível na Corrente Códon. Quando Ben e sua equipe chegam lá e vêem a cena, se perguntam o que está ocorrendo, até que Azmuth, o qual estava em posse do Omnitrix e transformado em um appoplexiano, volta a sua forma galvaniana e acaba derrotado por Vilgax, alegando que estava "fora de forma". Ben, porém, consegue enganar a Vilgax, lhe transformando em Gosma e lhe arrancando seu Omnitrix do peito, o derrotando em uma batalha de Gigante contra uma versão gigante do conquistador, criada quando o mesmo cai na Corrente Códon. Azmuth então, apesar de ainda estar bravo com Ben pelos danos causados ao Omnitrix, o deixa ficar com ele.

A batalha final contra Vilgax

Azmuth falando com Myaxx

Azmuth falando com Myaxx.

Em um dia comum em seu laboratório, Azmuth estava trabalhando no Omnitrix definitivo, até que Myaxx o avisa que o núcleo que seria usado para a criação do dispositivo havia sido roubado, e pôde ser por meio do vídeo uma câmera de segurança que quem cometera o furto foi Albedo, que de alguma maneira desconhecida, conseguiu escapar de sua cela de segurança máxima, ir a Galvan Mark II, e se infiltrar no laboratório de Azmuth. Albedo se aliara a Vilgax, e usando o núcleo que roubou, conseguiu criar seu próprio Omnitrix, com uma função extra de "evoluir" suas formas alienígenas. Albedo leva Ben a uma emboscada, o derrotando, e o fazendo-o entregar seu Omnitrix em troca da vida de seus amigos, que estavam sob sua custódia.
Imagens aleatórias00024

Ben reclamando as atitudes de Ben.

Ben e sua equipe, vão à Lata-Velha, pedir a ajuda de Vô Max. Max pede reforços aos Encanadores, mas eles demorariam em média uma semana para chegar. Vendo isto, Ben se desespera, e sai da Lata-Velha com uma aparência triste, tirando sua jaqueta e mencionando que ela pertencia a um herói, coisa que ele não era mais. Repentinamente, enquanto Ben se lamentava pela perda do Omnitrix, Azmuth se teletransporta ao local para tentar consolar o garoto, e acaba lhe dando uma ideia de como vencer a batalha. Ben e sua equipe, então, pedem para Azmuth os teleportar para a nave de Vilgax, onde Ben ativa o modo de auto-destruição do Omnitrix por um comando de voz, o destruindo, mas o garoto consegue convencer Albedo a lhe dar seu Superomnitrix, usando-o para derrotar Vilgax e destruir sua nave.

A caça ao Mapa do Infinito

Durante a caça ao Mapa do Infinito, Azmuth ajudou a Equipe de Ben a impedir Aggregor de completar o Mapa, mas o grupo falhou em todas suas chances. Com Aggregor tendo completado o quebra-cabeças, ele conseguiu se dirigir ao Centro da Criação, onde conseguiria absorver o poder de um Bebê Sapien Celestial e ficar onipotente. Azmuth, acreditando que tudo está perdido, e furioso com o grupo por terem desperdiçado todas as suas chances de deter o vilão, decide desistir de tudo, não tendo mais nenhuma esperança. Ben tenta se transformar em Alien X e convencer Serena e Bellicus a levá-los ao centro da criação, sem sucesso. É quando Paradoxo aparece para lhes ajudar, levando-os até o Centro da Criação, e lhes explicando sobre aquele lugar. Azmuth, porém, decide ficar em seu laboratório, deixando a luta nas mãos do grupo.

Busca pelo Unitrix

Azmuth, que se dirigiu para a Terra procurando um outro núcleo de Omnitrix, perdera um Unitrix durante o caminho, fazendo o primeiro pensador procurar Sunder para recuperá-lo. O casulo aonde o Unitrix estava colidiu em uma floresta bem próxima aonde a equipe de Ben passava para acampar e assim decidem ir até lá e acabam por ver tal tecnologia numa cratera a qual Gwen toca transferindo sua amostra física de DNA, e formulando o corpo de uma garota, a qual o grupo decide chamar de "Eunice". Ben acaba se aproximando de Eunice, se tornando amigo dela em pouco tempo, desenvolvendo também, um tipo de paixão. Certo momento, a garota decide andar sozinha pelo bosque, quando é sequestrada por Sunder. Ben e sua equipe escutam seus gritos por socorro e correm até onde ela estava. Uma luta intensa entre a equipe e Sunder ocorre, mas é interrompida por Azmuth, que se teleporta ao local e decide explicar a situação. Todos ficam chocados ao saber da verdade, mas Ben tenta convencer o galvaniano a não desativá-la, pedindo para ao menos deixá-la como sua assistente. Azmuth então decide deixá-la como sua assistente em Primus, já que tinha muitos problemas em administrar a Corrente Códon sozinho.

A crise dos supremos

[...]

Novo Omnitrix, completo

Após Ben derrotar Diagon e Vilgax na Guerra Diagonal e não ter caído em seus jogos mentais, Azmuth, vendo a maturidade que o jovem adquiriu, decide retirar seu Superomnitrix e lhe entregar o Omnitrix definitivo, que havia terminado de construir recentemente.

Guerra Inkursiana

Azmuth teve uma participação indireta, porém importante, na Guerra Inkursiana: foi o responsável por salvar Ben de vagar pelo espaço para sempre no módulo de fuga que os Inkursianos usaram para mandá-lo para fora do planeta, desbloquear o DNA de Bullfrag em seu Omnitrix, para que Ben pudesse se infiltrar entre os Inkursianos, e ajudá-lo a retornar à Terra.

O duelo das duplicatas

Como parte do plano de Albedo par se tornar a maior mente de todo o universo, ele captura Azmuth no intuito de drenar seu cérebro e transferir todo seu conhecimento para si mesmo através de um vortex cerebral que construíra. Ben, na tentativa de impedi-lo durante o combate na nave de Khyber, conseguiu recuperar o cérebro e o corpo do Primeiro Pensador, agora controlado pelo seu pré-cérebro que funcionara apenas para ações básicas, como andar ou respirar. Agora, Ben e sua equipe necessitavam unir o cérebro e o corpo do galvaniano novamente, e para isso, precisariam de um novo vortex para o processo. Aterrissando na Terra após uma grande troca de tiros entre as naves de Khyber e Rook no espaço onde foram auxiliados por Gwen e Kevin na Lata-Velha 3, e uma luta de Gravattack vs Gravattack Supremo, Albedo consegue pegar o cérebro de Azmuth e levá-lo para seu novo vortex na Torre Billions. Apesar disso, Khyber é detido, para compensar.

Seguindo Albedo até a torre, onde ele drenara quase todo o conhecimento de Azmuth, Ben e sua equipe são presos por uma prisão de energia cerebral de Albedo. Ben, transformado em Bloxx, porém, consegue soltá-los de lá, desativando o vortex. Após isso, Albedo, que estava furioso, se transforma em Enormossauro Supremo para derrotar Ben e poder prosseguir com seus planos. Ben, então, pede para Azmuth (que ainda estava apenas com seu pré-cérebro) para lhe escolher um alien aleatório do Omnitrix, alegando que o mesmo tinha mais sorte que ele nisso. Dito e feito, Azmuth transforma Ben em Atômico, que consegue derrotar dois supremos de Albedo seguidos.

Com Albedo derrotado e inconsciente, a equipe então devolve ao Primeiro Pensador seu cérebro original. O galvaniano agradece de seu jeito frio, e logo após reprograma o Omnitrix de Albedo para que ele ficasse com a aparência de Ben aos seus 11 anos, como uma punição por seus atos.

O ataque de Malgax

Ben, que já não aguentava mais Skurd, o genetometaformoico grudado em seu Omnitrix, decide ir visitar Azmuth para que o mesmo retirasse o parasita pegajoso do aparelho. Ao mostrá-lo ao galvaniano, Azmuth se impressiona, pois acreditava que genetometaformoicos estavam extintos, e nunca tinha conseguido a chance de escanear o DNA de um. Enquanto o primeiro pensador tentava remover Skurd do Omnitrix de Ben através de um tipo de procedimento cirúrgico, Blukic, Driba (que haviam vindo a Galvan Mark II com Ben ) e Luhley descobrem que os restos de Malware haviam desaparecido do museu de predadores, e vão os avisar e retornam a sala principal do laboratório de Azmuth. Chegando lá, eles os avisam do ocorrido, e Max (que, assim como Blukic e Driba,havia vindo ao planeta junto de Ben) tenta pensar em como Malware poderia ter escapado, já que o mesmo estava fossilizado, sugerindo que outro alguém estivesse por trás disso.

Dito e feito, Vilgax começa um ataque a Galvan neste exato momento, lançando seus drones de ataque em direção a atmosfera do planeta. Azmuth ativa os escudos planetários, mas eles estavam equipados com tecnologia de teletransporte e trespassam as defesas. Vilgax e Albedo então se revelam, se teletransportando na superfície de Galvan Mark II. Azmuth e Albedo, que acabara de se transformar em sua forma suprema, começam uma discussão. Após isso, Vilgax revela um bloco preto com detalhes em vermelho (que no caso, seriam os restos vivos de Malware), e o esmaga, criando um tipo de armadura mecamorfa por cima de seu corpo. Então uma batalha começa, onde Ben como Diamante parte para cima de "Malgax", enquanto Azmuth volta para seu laboratório e Max se teletransporta para a nave de Vilgax na tentativa de desativar seus drones de ataque de lá. Neste meio tempo, Albedo transformado em Macaco-Aranha supremo escala o laboratório do primeiro pensador e o invade, rendendo Blukic, Driba e Luhley que ainda estavam lá, e logo após a chegada de Azmuth ao local, o vaporiza com uma arma improvisada. Luhley então, tomada pela raiva, parte para cima de Albedo, e ambos lutam no telhado destroçado do laboratório. Enquanto isso, Driba percebe um sinal de radiação eletromagnética vindo de seu cinto, e então percebe que aquilo era um sinal de Azmuth de que ainda estava vivo, tendo se teletransportado no exato momento em que Albedo o vaporizou. A dupla, sabendo disso e que só têm quatro minutos para salvar o primeiro pensador da morte, constroem rapidamente uma câmara de teletransporte e a ligam, trazendo Azmuth de volta.

Albedo, apavorizado de que Azmuth ainda esteja vivo, pula para dentro do laboratório de novo, mas é surpreendido por uma ferramenta que o primeiro pensador usa para desativar seu Superomnitrix, destransformando-o e o fazendo de prisioneiro. Ben, que agora estava lutando agora na nave de Vilgax, manda uma chamada de emergência para Azmuth e pede Skurd de volta, pois precisava de sua ajuda. O galvaniano então decide teletransportar o genetometaformoico até onde Ben estava, mas como Skurd é um organismo unicelular, o teletransporte o destruiria no momento da reconstrução celular, fazendo assim com que Luhley tenha que o transportar voando até a nave. Skurd então se gruda ao Omnitrix novamente e ajuda Ben a derrotar o chimeriano, que aparentemente morre ao ser jogado por Ben no núcleo da própria nave.

Após a batalha contra Malgax ser vencida com a ajuda de Skurd, Ben e Max voltam para a Terra, enquanto Driba e Blukic saem com Luhley e sua prima, respectivamente, e Azmuth os agradece.

Invenções

Ascalon

Azmuth criou a Ascalon, a arma mais poderosa já inventada, com o objetivo de entender os fundamentos do universo, mas acabou causando consequências desastrosas, destruindo planetas, acabando com vidas, fazendo com que Xeneth, sua namorada, passasse a odiá-lo, e fazendo com que o universo todo passe a odiá-lo por sua criação.

Habilidades

Dentre as habilidades da Ascalon, estão:

  • Absorver e projetar energia
  • Lançar raios
  • Cortar o Tecido da Realidade
  • Produzir portais de teletransporte
  • Produzir ventanias com velocidade suficiente para mover um vaxassauriano
  • Ligação telecinética ao usuário
  • Produzir tornados
  • Produzir cortes de vento
  • Fornecer uma armadura ao usuário: Assim como a espada é empunhada por um usuário, uma armadura branca vai aparecer ao seu redor. Esta armadura protege o usuário e torna-o imune ao controle da mente.

Usuários

Armadura de Proteção Galvaniana

É uma armadura criada por Azmuth para se proteger das ameaças de Zennon, enquanto esteve lá. Ela possui a forma arredondada, sendo feita de metal cinza. Possui linhas pretas separando suas mãos, braços, pernas, pés, e cintura. Em seu peito, há o simbolo do Omnitrix em amarelo, e em seus ombros, há tubos com DNA fluindo por entre eles. Sua "cabeça", é pequena, sendo quadrada e minúscula, com "olhos" verdes brilhantes. A Armadura também tem um cajado, o qual possui todo seu armamento.

Mecamorfos galvânicos

Os mecamorfos galvânicos são umas espécie bio-mecânica criada por Azmuth e alguns cientistas na tentativa de transformar a lua galvaniana, Galvan B, habitável, mas a experiência foi longe de mais, e acabou os criando. Não demorou muito antes do primeiro Mecamorfo galvânico se juntar à comunidade galáctica e conhecer seus criadores em pessoa. Azmuth e os Galvans foram surpreendidos com o resultado inesperado de seu experimento em Galvan B. Com a ajuda deles, eles construíram uma grande civilização dentro de dias.

Galvan B: A antiga lua inabitada de Galvan Prime, a qual foi lar da experiência responsável pela origem dos mecamorfos galvânicos, e onde a espécie reside até os dias atuais.

Hélice de DNA: Foi o dispositivo usado pelos cientistas galvanianos para tentar tornar Galvan B habitável, que foi o que acabou criando os mecamorfos galvânicos.

Malware: Malware foi um mecamorfo galvânico que nasceu de um defeito na Hélice de DNA, sendo o oposto de outros Mecamorfos: ele não atualiza as coisas, as coisas que atualizam ele.

Protótipos e versão final do Omnitrix

Azmuth, arrependido de todo o mal que causou ao criar a Ascalon, e tendo decidido trabalhar em ciências pacíficas, começou a desenvolver protótipos para o Omnitrix, no qual tinha o intuito de unir os seres de outros planetas e até mesmo de evitar guerras, mostrando-os como era ser outra forma de vida, e também para evitar a extinção de certas espécies. Ele criou vários protótipos para o dispositivo, dentre eles, estão:

Unitrix: De início, ele decidiu criar uma versão que armazenasse um DNA por vez, o Unitrix, mas viu que a ideia não daria certo, pois teria que criar vários desses para armazenar o DNA de todas as espécies existentes no universo, abandonando a ideia, tendo criado apenas um.

Omnitrix (Protótipo): Já que criar vários dispositivos iguais, um para cada espécie, ele decidiu criar um que armazenasse o DNA de todas as espécies existentes no universo, criando o primeiro protótipo real do Omnitrix. Dentre suas funções, estão:

  • Armazenamento e Scanner de DNA
  • Transformar o usuário na espécie desejada
  • Comunicação com a Corrente Códon: Toda vez que o usuário usa o scanner de DNA, ele acrescenta o DNA de uma nova espécie para a Corrente Códon e para o dispositivo simultaneamente.
  • Modo de recarga
  • Comando de voz: Pode transformar o usuário em qualquer espécie ou destravar qualquer comando usando um código de voz.
  • Recalibração: O dispositivo muda sua forma, e sua seleção inicial de aliens reseta, voltando ao número padrão 10, trocando também as 10 espécies desbloqueadas inicialmente.
  • Controle Mestre: Poder transformar o usuário em quantas espécies desejar sem ter que se destransformar ou deixar o dispositivo em modo de recarga antes, liberando também, o acesso a todas as formas de vida bloqueadas.
  • Auto-destruição

Superomnitrix: Foi uma tentativa de Azmuth de criar um Omnitrix definitivo, mas foi roubado por seu ex-ajudante, Albedo, que implantou uma função que permitia transformar o usuário em formas supremas. Suas funções são as mesmas de sua versão anterior, com o extra de poder "evoluir" algumas espécies, transformando-as em suas versões supremas.

Omnitrix: A versão definitiva do Omnitrix, que Azmuth esteve trabalhando desde que Ben recebeu seu primeiro protótipo. Dentre suas funções, estão:

  • Armazenamento e Scanner de DNA
  • Transformar o usuário na espécie desejada
  • Independência da Corrente Códon: Diferentemente dos protótipos, a versão final do Omnitrix não necessita da Corrente Códon para ter o DNA das espécies armazenados, tendo-os armazenados dentro do dispositivo, e sempre que uma nova espécie é scaneada, ela é apenas desbloqueada no Omnitrix.
  • Modo de recarga
  • Comando de voz: Pode transformar o usuário em qualquer espécie ou destravar qualquer comando usando um código de voz.
  • Recalibração: O dispositivo muda sua forma, e sua seleção inicial de aliens reseta, voltando ao número padrão 10, trocando também as 10 espécies desbloqueadas inicialmente.
  • Controle Mestre: Poder transformar o usuário em quantas espécies desejar sem ter que se destransformar ou deixar o dispositivo em modo de recarga antes, liberando também, o acesso a todas as formas de vida bloqueadas.
  • Auto-destruição
  • Modo de Ligação: O Modo de Ligação é usado como se fosse um celular mas apenas tem comunicação com os Encanadores, e provavelmente com Azmuth.
  • Modo Aleatório: O Modo Aleatório permite que o usuário mude de aliens de forma aleatória. Ele pode ser ativado, se bater no Omnitrix com muita força.

Primus

Primus foi inicialmente um planeta construído por Azmuth para ele e Xeneth passarem seu tempo juntos, mas depois do término de seu namoro, Azmuth deixou o planeta apenas como uma recordação, isso é, até decidir criar o Omnitrix, usando-o para armazenar o DNA das espécies coletadas para o dispositivo.

Corrente Códon: Foi uma corrente criada por Azmuth, onde ficara armazenado o DNA das espécies alienígenas que ele usara no aparelho. Se algum ser vivo mergulhar na Corrente, pode ter consequências variadas, já que ele pode absorver o DNA de alguma espécie e ganhar suas habilidades por um certo limite de tempo, como ocorreu com Vilgax, que ficou gigante por ter absorvido o DNA de um To'kustar.

Voliticus Biopsis: São robôs mosquitos criados por Azmuth para coletar DNA de espécies alienígenas para a Corrente Códon, mas não é especificado como Azmuth os fez. Podem voar através do espaço, já que foram desenvolvidos a fim de coletar o DNA de alienígenas de planetas diferentes, tendo um sistema de monitoramento para auxiliar este processo. Isso explica o desbloqueio automático de alguns alienígenas, como Bala de Canhão e Idem.

Sensor de DNA: O Sensor de DNA é uma tecnologia criada por Azmuth que permite a seus assistente checarem as amostras de DNA que estão na Corrente Códon. Caso alguma espécie da Corrente demonstrar um problema genético, os Voliticus Biopsis vão até o planeta da espécie em questão e recolhem uma nova amostra de DNA.

Aparições

Ben 10

  1. O Segredo do Omnitrix (primeira aparição)
  2. Destruição Alienígena

Ben 10: Força Alienígena

  1. Imitação Barata (primeira re-aparição)
  2. Guerra dos Mundos, Parte 1
  3. Guerra dos Mundos, Parte 2
  4. A Vingança de Vilgax, Parte 2
  5. Primus
  6. A Batalha Final, Parte 1
  7. A Batalha Final, Parte 2

Ben 10: Supremacia Alienígena

  1. O Mapa do Infinito (primeira re-aparição)
  2. Perplexaedro
  3. O Centro da Criação
  4. A Transmogrificação de Eunice
  5. O Simian Mandou
  6. O Sacrifício Supremo
  7. Alinhamento Solitário
  8. O Inimigo Supremo, Parte 2

Ben 10: Omniverse

  1. Problema Heliocoidal (primeira re-aparição; flashback)
  2. Confronto, Parte 1 (primeira re-aparição; presente e flashback)
  3. Confronto, Parte 2 (presente e flashback)
  4. Sapos de Guerra, Parte 2 (flashback; breve)
  5. Um Punhado de Cérebros (breve)
  6. Por Mais Alguns Cérebros
  7. Universo Contra Tennyson (holograma)
  8. Malgax Attacks

Em Video Games

Vilgax Attacks

Em Vilgax Attacks, Azmuth aparece depois de constantes transformações de Ben durante sua batalha com o Sr. Sorvete trazido à vida por Psyphon. Coloca o Omnitrix em modo de reinicialização. Antes de sair, ele instrui Ben para exercer o Omnitrix sabiamente e não se lamentar por que ele escolheu exercer o Omnitrix. Depois que Ben usa Alien X para derrotar Vilgax e salvar a Terra, Azmuth aparece e recompensa Ben, atualizando o Omnitrix com algumas reformas (mais tempo transformado, etc.).

Cosmic Destruction

Ele aparece guiando Ben várias vezes ao torno do jogo e ajudando ele a achar as peças do Potis Altiare uma tecnologia galvaniana criada por seus ancestrais.

Ben 10: Omniverse

Em Ben 10: Omniverse aparece varias vezes na fase Tempo de Treinamento em forma de vários cartazes para Ben treinar.

Curiosidades

  • Em O Mapa do Infinito, Azmuth disse que estava fazendo um novo Omnitrix para Ben, mas ainda não daria porque ele ainda era muito imaturo para recebê-lo, no episódio O Inimigo Supremo, Parte 2, Azmuth considera as decisões maduras de Ben e o presenteia com o novo relógio.
  • É odiado por muitos seres, por ser o inventor do Omnitrix.
  • Em Ben 10 ele só apareceu em filmes.
  • Também é referido como "Azmuth, o primeiro pensador".
  • Apesar de ser muito inteligente é fisicamente fraco.

Referencias

  1. Ben 10: Omniverse, episódio 56
  2. Ben 10: Omniverse, flashback durante o episódio 4

Iniciar uma discussão Discussões sobre Azmuth

  • dna sapien celstial

    9 mensagens
    • Italobentenison escreveu:O Professor Paradoxo pode, a pedido do Azmuth, ter ido ao centro da criação, pego uma amostra de DNA e saído antes ...
    • Italobentenison escreveu:O Professor Paradoxo pode, a pedido do Azmuth, ter ido ao centro da criação, pego uma amostra de DNA e saído antes ...
  • vilgax e azmuth

    5 mensagens
    • comcordo
    • A posto que so pedio isso porque azimuti e o ser mais intleigente de 3 talvez 5 acho 7 galaxias bem seria legal se azimuti fosse o ser m...

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.